O RPGista Inquisidor de c* alheio

Resultado de imagem para INQUISITION

Encontro: o Inquisidor do c* alheio geralmente é encontrado em bandos de 1d4+2 indivíduos liderados por um inquisidor líder que pode pertencer a uma das categorias abaixo:

  • Barão Inquisidor: Moderador de um grupo do Facebook
  • Conde Inquisidor: Dono de um blog
  • Duque Inquisidor: Host de um podcast
  • Arqui-Inquisidor: Dono de um Canal do Youtube

Quando sozinho, o Inquisidor do c* alheio tenta se disfarçar como um rpgista comum, o que obriga as criaturas ao redor a fazer um teste de Percepção.

Tesouros: O Inquisidor de c* alheio possui todo o material de um único jogo lançado, que ele considera o melhor jogo do universo. Todo Inquisidor acima da categoria Barão possui algum domínio digital onde tenta concentrar jogadores de RPG e convertê-los a Inquisidores do c* alheio uma categoria inferior à sua. Barões Inquisidores geralmente disputam a supremacia dos grupos de Facebook onde procuram estabelecer um séquito de lacaios próprio.

XP: 20 para cada Inquisidor do c* alheio derrotado. Caso derrote um Inquisidor do c* alheio líder, o rpgista ganha automaticamente a XP do grupo inteiro.

Força: 8 – Moderar um grupo no Face atrofiou os seus músculos

Destreza: 4 – sobe para 6 se estiver utilizando uma Cadeira Gamer +2

Constituição: 4 – sofre de diabetes grave e obesidade mórbida

Inteligência: 8 – direcionada a moderar sites e estabelecer teorias conspiratórias sobre a Terra Plana

Sabedoria: 10 – procura estabelecer a liderança do grupo para se proteger com lacaios

Carisma: 15 – atrai 1d4+2 seguidores em mídias digitais

Habilidades Especiais:

Passado Sombrio: o Inquisidor do c* alheio já foi um Fiscal do c* alheio, mas não conseguiu se estabelecer como líder do grupo, encontrando grande resistência as suas ideias sobre “a Vontade de Deus” e discursos similares. Migrou para terras distantes, procurando grupos onde o pensamento extremista ainda não se consolidou e encontrou no RPG uma terra inóspita a este tipo de pensamento, onde procura agora se estabelecer como uma liderança única no grupo. Apesar da maioria dos RPGistas estranhar este comportamento, alguns fracassam na Jogada de Proteção e se convertem em um Inquisidor do c* alheio uma categoria inferior ao seu novo líder.

Panelinha +3: O Inquisidor do c* alheio utiliza a Internet como principal proteção e meio de ataque a grupos de RPG que não participam de seu séquito. Se um RPGista atacar o Inquisidor do c* alheio, este convoca os seus lacaios para formar uma “panelinha” com o intuito de atacar e vencer o RPGista através da superioridade numérica. Inquisidores do c* alheio são essencialmente covardes e suas estratégias se assemelham às empregadas por goblins.

Boardgamer Extremista: o Inquisidor do c* alheio possui grande familiaridade com Boardgames e utiliza este hobby para justificar suas ideias sobre RPG. Ele acredita que RPG e Boardgames são a mesma coisa e não irá mudar de ideia sob nenhuma circunstância. Caso um RPGista consiga vencer uma jogada resistida de Persuasão contra o Inquisidor do c* alheio, este sofre dores insuportáveis e explode em uma Bola de Fogo Purpurinada, cobrindo todas as criaturas em 6m de raio com purpurina que só pode ser retirada gradualmente durante 1d6 meses.

O “Melhor Jeito”: o Inquisidor do c* alheio possui uma fé inabalável sobre seu jeito de jogar e prega constantemente que este é a melhor maneira de jogar RPG, portanto, é seu dever sagrado caçar e punir todos os jogadores de RPG que não partilhem da sua visão extremista. O “Melhor Jeito” funciona de forma similar ao Poder da Fé dos Clérigos: Todos os RPGistas na área de alcance da voz do Inquisidor do c* alheio precisam fazer uma Jogada de Proteção contra Falação de Merda, um sucesso crítico obriga o alvo a atacar o Inquisidor do c* alheio com +2 nos ataques e danos, um fracasso obriga o RPGista a fugir por 1d10 rodadas evitando o Inquisidor do c* alheio para o resto de sua vida, uma falha crítica obriga o RPGista a concordar com o Inquisidor do c* alheio e a fazer uma Jogada de Proteção contra a Morte. Outro fracasso transforma o RPGista em um Inquisidor do c* alheio uma categoria inferior ao usuário do “Melhor Jeito”.

Conjuração de Frases Merdas: o Inquisidor do c* alheio possui um repertório de frases que possuem o poder de causar ojeriza a todos os RPGistas no raio de ação da voz do Inquisidor do c* alheio. Caso um dos lacaios do Inquisidor do c* alheio esteja na área, ele repete a mesma frase, ampliando o raio de ação do Inquisidor do c* alheio líder. Estas frases são:

  • O meu jeito é o melhor jeito de jogar RPG
  • Se você joga diferente, você está jogando ERRADO
  • Usar Escudo do Mestre é ERRADO
  • Narrativismo é ERRADO
  • Esse jogo que vocês jogam não é RPG de verdade
  • ABAIXO O MESTRE!!!
  • DERRUBEM O ESCUDO DO MESTRE!!!
  • MAMATEIRO!!!
  • O MESTRE ROUBA!!!
  • RPGista de verdade SOU EU

“NARRATIVA COMPARTILHADA”: Se os RPGistas ao redor obtiverem sucesso nas suas Jogadas de Proteção, o Inquisidor do c* alheio utiliza a frase mais poderosa de seu vocabulário, completamente fora de contexto, na esperança de atordoar os RPGistas ao redor: “NARRATIVA COMPARTILHADA!!!” obrigando os alvos a refazer suas Jogadas de Proteção com uma penalidade de -2.

Apesar da Narrativa Compartilhada já existir a muito tempo no RPG, o Inquisidor do c* alheio testa Persuasão no intuito de fazer os demais RPGistas acreditarem que isto é uma novidade trazida por ele, como se isso fosse mudar o modo de se jogar RPG no mundo. Este truque é apenas uma tentativa do Inquisidor do c* alheio se estabelecer como líder do grupo e converter os RPGistas a Inquisidores do c* alheio lacaios, como mencionado acima.

O Gato Cultista lembra a todos:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s